Where the hell is my vicodin?

Barba por fazer, mochila nas costas e um andar inconfundível: junto com os movimentos da perna direita, uma bengala – marca de um dos personagens mais complexos da história da TV americana.

O Dr. Gregory House é um médico diferenciado. Salva muitas vidas, mas não tem o desígnio moral do herói, muito menos o comportamento típico dos médicos de seriados antigos.  O que o fez ser um ícone da medicina diagnóstica foi a paixão pelo desafio de resolver os mais difíceis enigmas médicos e não a vontade de ajudar as pessoas. Pouco importa o paciente, o prazer de House é justamente ver casos bizarros, impensáveis e resolvê-los com sagacidade. Para isso, ele prega uma filosofia prática anti-Patch Adams: o médico deve estar o mais distante possível do paciente. É dessa maneira, sem nem sequer guardar o nome dos enfermos, que o “detetive” House – a influência de Sherlock Holmes já foi admitida por David Shore, criador da série – soluciona os casos e descobre o “assassino” (a doença).

Egocêntrico, insubordinável, arrogante, indelicado, extremamente sarcástico, com mau-humor crônico e dotado de uma inteligência acima da média, o quase infalível House pode até ser considerado um anti-herói. Várias características de sua personalidade permitem que o encaixemos na categoria dos heróis pós-modernos; aqueles que salvam o mundo, mas são cheios de problemas, várias coisas os incomodam, a vida pessoal é uma tristeza. Como exemplo, Jack Bauer, Patrick Jane, Jason Bourne, Peter Parker, Jack Shepard e até o Batman, que, em O Cavaleiro das Trevas, sofre de amor não correspondido, algo inimaginável no mundo romântico de heróis a lá James Bond. House segue essa cartilha: não mantém distância apenas dos pacientes, mas do mundo. É um solitário natural. Como se não bastasse, um infarto na perna causou a deficiência que o faz mancar, além de levar ao vício no forte analgésico Vicodin.

O Dr. House é um ex-iluminista, alguém que acreditou ser o racionalismo científico a resposta para os problemas humanos, caindo em desilusão posteriormente. Sua misantropia tem uma justificativa: ele é um verdadeiro descrente da humanidade – não quer salvar o mundo – e eis a característica que o faz um personagem tão interessante e o difere dos heróis citados. Chamá-lo de cético é um eufemismo descabido.

A obsessão pela razão e pela verdade originou uma das frases mais famosas do médico: everybody lies. A sentença ganha sentido ao observar-se a quantidade de episódios em que a chave para o mistério é uma mentira de alguém (muitas vezes do próprio paciente), que é desmascarado por House no final. Mas vai além disso. Everybody lies é o slogan que representa a visão de mundo do personagem. Ele não acredita nas pessoas. A humanidade seria um antro onde pessoas mentem para as outras e para si mesmas, sendo, assim, infelizes. No entanto, para House, não basta saber a verdade, é necessário difundi-la. Sempre é melhor saber, diz o médico. Mesmo que saber também não origine alegria, pelo contrário. Temos então uma via de mão dupla: as pessoas acabam se afastando do médico enquanto ele parece não fazer questão de que esse processo se reverta. O oncologista Dr. Wilson é o único que o agüenta de verdade.

Mas a questão é: por que gostamos tanto desse babaca prepotente que espalha infelicidade por onde passa?

A quantidade de respostas diferentes para essa questão comprova a complexidade do personagem. Muitos fãs da série têm por House sentimentos conflitantes, paradoxais. Podemos admirá-lo pelo seu estrondoso acúmulo de conhecimento, o que o capacitou a salvar vidas. Mas jamais queremos ser que nem ele, porque ninguém quer sofrer daquele jeito; ninguém quer ter dores, ser sozinho, ser viciado. Rimos com ele, adoramos suas tiradas – sempre é legal ver personagens que insultam os outros com a verdade. Porém, também temos raiva quando ele trata alguém de forma desumana. Outro sentimento comum é a pena. Sim, de alguma maneira torcemos por ele e queremos que ele seja feliz. Mas House sempre estraga tudo, a infelicidade bate à porta. Mostra-se humano, sofre por afastar pessoas, arrepende-se, tem recaídas e é nesses momentos que a série cresce dramaticamente.

O Dr. House é um personagem inesquecível. Claro que os outros elementos de House M.D. contribuem. Os coadjuvantes, que antes eram meras escadas, foram adquirindo dramas próprios e a série continua empolgando em um dos seus principais méritos: o texto, ágil e surpreendente. Mas a grande jóia, o ouro da série, está na profundidade de Gregory House. Hugh Laurie, salvo engano o ator mais bem pago da TV americana, tem em suas mãos um personagem visceral.



House, um paciente difícil

Anúncios
Explore posts in the same categories: Sem categoria

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

10 Comentários em “Where the hell is my vicodin?”

  1. Gcgvzjlx Says:

    Could I have a statement, please? http://rijarocolou.blog.free.fr/ bbs teen nonude damn these ladies take HUGE loads like a champ. great music choice, good porn stars, and just an amazing vid.

  2. Glxfzcot Says:

    Have you got any experience? Top Nn Models 085511

  3. Sxpdhdka Says:

    Who’s calling? virginsmania 8-((

  4. mara Says:

    I NEED A VICODIN TOO


  5. AH.. dorme com essa

    1 – O House é tão do mal que cura rinite com cocaína.

    2 – O House é tão foda que opera bebês antes deles nascerem.

    3 – O House é tão foda que faz autópsias em pessoas vivas.

    4 – Alguém morreu? É porque não chamaram o House.

    5 – Chuck Norris mata pessoas. House as convence de quererem morrer por espontânea vontade.

    6 – O que fariam com uma faca? Chuck Norris mataria alguém por nada. House a enfiaria na tomada e descobriria o segredo da vida.

    7 – As lágrimas do House curam o câncer, mas ele nunca chora.

    8 – As pessoas mentem. House as manipula.

    9 – House impede Deus de fazer o que quiser.

    10 – Quando Chuck Norris estiver em coma, é o House que vai assistir a TV do quarto dele.

    11 – O House é tão foda que atira nas pessoas mortas pra não ter que preencher a papelada.

    12- O House é tão foda que se perguntassem para ele quem é mais foda, ele ou o Chuck Norris, ele responderia:
    – Chuck Norris? Quem é Chuck Norris? Me fala logo pra eu enfiar um termômetro no reto dele.

    13 – O que Chuck destrói, o House conserta.

    14 – House pediu BigMac no Bob’s. E foi atendido.

    15 – House não lê livros, ele faz uma necrópsia neles até saber toda a informação que precisa.

    16 – O House pode espirrar com os olhos abertos

    17 – House morreu na ocasião em que ficou aleijado, mas a morte ainda não criou coragem para lhe contar.

    18 – House é tão macho que faz todas as mulheres da série se apaixonarem por ele mesmo sendo grosso, mal educado e manco, e não fica com nenhuma (nem mesmo com o Wilson!).

    19 – House consegue tornar um cachorro manco apenas com a força da mente.

    20 – House é tão foda que faz soro ter o efeito de Vicodin.

    21 – O House é tão foda que marca um placar com Deus. E ganha.

    22 – House é tão sedutor que consegue fazer seus empregados voltarem não por melhores ofertas de trabalho, mas apenas com um jantar.

    23 – House é tão foda que, enquanto Chuck Norris usa golpes de karatê para ser mal, ele usa o apenas sua bengala para derrubar seus inimigos…

    27 – House não abre a torneira para tomar banho. Ele encara o chuveiro até que ele comece a chorar.

    28 – House jamais vai morrer de ataque cardíaco. Seu coração não é tolo o bastante para “atacá-lo”!

    29 – A perna do House tantou ataca-lo. Foi assim que seus musculos morreram.

    30- House separou gêmeos siameses com sucesso usando apenas sua bengala de foguinhos.

    31- House é tão poderoso que faz qualquer vírus ficar doente. Ele é responsável pela erradicação da varíola.

    32 – House é tão foda que faz doentes tentarem se matar pra serem atendidos por ele [One Day, One Room]

    33 – O House é capaz de falar Massachusetts com a boca cheia de farofa.

    34 – O House é tão foda que compactua com o próprio inimigo [Tritter], e consegue.

    35 – Errar é humano. Nunca errar é House

    36 – O tamagochi do House não morre

    37 – House é o único a quem Chuck Norris teme. Jack Bauer tentou disputar a vaga com ele no hospital, mas preferiu ir para o serviço secreto.

    38 – O House consegue ganhar um jogo de xadrez apenas com seu bispo

    39 – House é tão foda que se a bengala titular falha a reserva dá conta do recado.

    40 – O House é tão foda que quando ele manda alguém pro inferno o diabo não aceita com medo de se contaminar!

    41 – O House é tão foda que quando ele pega na bunda das mulheres, elas agradecem. [Half-Wit]

    42- House descobre mais coisas sobre agentes da CIA do que a própria CIA sabe!

    43 – Se você não conseguir na primeira tentativa, não desanime. Você definitivamente não é o House. (e nem tente ser.)

    44 – O House não pesquisa no Google. O Google é que pergunta pro House.

    45 – Deus disse “Faça-se a luz!” e Chuck Norris disse “Peça por favor”, então o House disse “Calem a boca vocês dois!”


  6. Lindo esse texto! incrível. House é o melhor seriado que existe (de fato) e é preciso ver em doses cavalares e não entrar em abstinência.
    Achei o texto muito bom.. e todos nos identificamos com o House em uma coisa ou outra
    Me deu até saudade. essa (merda de) vida de vestibulanda me fez deixar de ver a sexta temporada.. hunft

    mas ei de me viciar de novo..
    fanáticos por house.. UNI-VOS 😀

    no mais.. everybody lies.

  7. Karen Says:

    esqueci de escrever no outro comentário:
    o senhor deveria ir pelado pra Cásper depois de finalmente ter admitidoque House é foda.

  8. Karen Says:

    eu falei, eu falei, eu faleeeeei que House era um dos melhores seriados dos últimos tempos! rá. demorou, mas você aceitou! hahahaha


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: