O desafio é não cair

Viver na base do risco, aventurar-se, estar sempre, conscientemente, na corda bamba. O que fazer ou o que pensar quando a realização de um sonho envolve um perigo eminente? Quando a prática da atividade que lhe dá prazer exige riscos de vida? Desde esportes radicais até diversas modalidades de estilos de vida, é sempre delicado conviver com a necessidade de ter equilíbrio – e aí estou, sim, usando o termo em todos os sentidos metafóricos possíveis.

É nessa perspectiva que viveu Philippe Petit, um francês doido que teve como maior feito montar, clandestinamente, uma corda de aço entre as duas torres gêmeas  (antes do atentado, claro) e se equilibrar nela, ficando “lá em cima” durante, aproximadamente, 30 minutos.

Petit, concentração e uma inexplicável paixão pelo perigo.

A aventura e todos os seus preparativos são mostrados com competência e criatividade no documentário “O Equilibrista”, de James Marsh, que, aproveito a oportunidade, indico com entusiasmo para vocês, especialmente para o meu amigo Gabriel Pipolo.

Abaixo o trailer, seguido de um poema que considero muito especial do Francisco Bandeira de Mello.

O equilibrista

Francisco Bandeira de Mello

Tocávamos clarinete na corda bamba
subíamos às altas torres do Egito
passeávamos de pára-quedas
no sol sem fim dos dias de fogo
subíamos à capota do avião
por cima das nuvens
recitávamos poemas à lua
tocando nela.

Andávamos nos parapeitos dos edifícios
de um pé só na balaustrada dos abismos
não caíamos dos fios metálicos do circo
andando de cabeça para baixo
nem do alto da torre Eiffel correndo sonâmbulo.

Só na vida é que não nos equilibrávamos.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Sem categoria

Tags: , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

2 Comentários em “O desafio é não cair”

  1. Carol Says:

    Exhilarating mesmo!

  2. Amanda Says:

    O cara é doente. Se ele só andasse pela corda, até ia. Mas o cara ainda fica brincando: pula, tira um pé, deita no cabo. Um dia vou aprender a fazer isso.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: