Entendi, Borges, entendi!

Esquecimento
Jorge Luis Borges

“Já somos o esquecimento que seremos, a poeira elementar que nos ignora, que não foi Adão e que é agora todos os homens. Somos apenas duas datas: a do princípio e a do término. Não sou o insensato que se aferra ao mágico som de seu próprio nome. Penso com esperança naquele homem que não saberá o que fui sobre a terra. Abaixo do indiferente azul do céu, esta meditação é um consolo.”

Anúncios
Explore posts in the same categories: Sem categoria

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

2 Comentários em “Entendi, Borges, entendi!”

  1. Gabriel R.M. Says:

    Ah, rapaz! Leia ASTRÍCIA. Ele está repleto de inspirações à Borges. Cristovam mostra-se totalmente fã dele nessa ficção.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: